Mercado de Trabalho e Campos de Atuação

Mercado de Trabalho e Campo de Atuação

mercado de trabalho para o designer de interiores

Você pretende iniciar ou avançar na carreira em design de interiores? Então aproveite este post porque vamos falar sobre o mercado de trabalho e os campos de atuação do profissional.

O Profissional Designer de Interiores:

O designer de interiores cria espaços internos que atendem às necessidades de estética, segurança e funcionalidade do cliente. Dessa forma ele faz uso da distribuição de móveis, aplica a paleta de cores, seleciona os revestimentos  e detalha espaços completos. Além disso, os designers de interiores podem criar uma variedade de ambientes – desde salas de estar aconchegantes e funcionais a escritórios nos quais as pessoas se sentem confortáveis para trabalhar. Contudo, eles ainda conseguem empregar de forma integrada todo o repertório de elementos compositivos  que contribuem para uma aparência geral que satisfaça as necessidades do cliente.

Mercado de Trabalho

O Mercado de trabalho é fantástico pois cada dia mais setores precisam do designer de interiores. Aqui no Brasil ele está em franca expansão, e sua atuação poderá ser realizada em vários lugares e desempenhando funções diversas. 

Área Residencial:

Essa é a área que mais solicita os serviços do profissional e também a primeira em que os profissionais pensam quando se fala de mercado de trabalho. Aqui, o designer de interiores desenvolve a ambientação dos interiores de casas e apartamentos dos mais diversos portes e estilos.

Apesar de ser uma área muito concorrida, ainda é uma área muito interessante para novos profissionais, pois podem se especializar num nicho específico. Por exemplo: casas para portadores de necessidades especiais, ou quartos de bebê. Assim, é uma forma de começar a fazer seu nome e ir ampliando seus nichos de atuação aos poucos.

projeto de interiores salas
Projeto aluna Lilium Kelly

Área Comercial

Todavia, nesta área o designer de interiores pode atuar criando a identidade e dando funcionalidade a ambientes de qualquer tipo de estabelecimento comercial, corporativo ou de serviços, como por exemplo:

  • Lojas de todos os tipos
  • Restaurantes
  • Hotéis
  • Consultórios
  • Hospitais
  • Halls de condomínios
  • Construtoras
  • Galerias
  • Escritórios corporativos

mercado de trabalho e campo de atuação
Projeto alunos Robson Barbosa e Andressa Melo

Indústria

Além dos espaços residenciais e comerciais, o profissional também pode atuar na indústria do design de interiores.  Portanto ele pode projetar produtos (móveis, luminárias) e pode pesquisar novos materiais atuando inclusive em processos de inovação.

design interiores de indústricas

Design Efêmero

Além dessas opções, o designer de interiores pode optar por atuar também com espaços Efêmeros. Trata-se de ambientes que são usados de forma temporária, em situações especiais. Por exemplo:

  • Eventos
  • Stands
  • Cenografias
  • Passarelas

Portanto, o mercado é diversificado para o designer de interiores.

Campos de Atuação:

Formas Tradicionais 

Quanto aos campos de atuação no mercado de trabalho,  você pode trabalhar como autônomo e abrir seu próprio escritório. Inclusive pode trabalhar como funcionário em um escritório de arquitetura ou escritório de design de interiores. E pode ainda atuar como especificador em lojas de revestimentos, iluminação, decoração, projetista em marcenarias, visual marchandiser, etc.

Como é o local e horário de trabalho de um designer de interiores?

Com relação aos horários de trabalho dos designers de interiores, estes precisam ser flexíveis porque geralmente são adaptados às necessidades de seus clientes. Já referente ao local de trabalho, estes podem ser variados pois os designers de interiores precisam se deslocar para a casa ou empresa do cliente afim de discutir planos para o design do espaço. Após uma consulta inicial e algumas sessões de estratégia, os designers visitam lojas para comprar móveis, obras de arte e suprimentos para criar o espaço desejado.

Os designers de interiores também alugam ou possuem espaço para acomodar seus escritórios. Sendo assim, estes espaços comportam salas de reuniões para interação do cliente e da equipe de design, área de recepção, escritório e a área para projetar. Embora não seja necessário um escritório para um designer autônomo independente, este brinda os clientes com a impressão de um serviço profissional. Trata-se portanto, de uma impressão positiva que contribui para o sucesso geral nos negócios.

Mercado Online 

A era digital veio para facilitar a vida de todos. Como podemos ver, hoje fazemos compras, estudamos, comunicamos e até trabalhamos pela internet. Dessa forma, os designers de interiores também utilizam deste recurso para projetar.  Trata-se do projeto online. Com isso, podem atender clientes de toda parte do Brasil e até exterior.

Desse modo, os designers de interiores projetam a distância fazendo uso de ferramentas, como Skype e Softwares de design que unem o cliente ao profissional. Com isso, estão definitivamente descobrindo um novo mercado de atuação.

Como podemos ver, o atual cenário profissional do Designer de Interiores oferece boas oportunidades em diversos segmentos, podendo trabalhar de várias formas. Porém, para atuar nessa área não basta somente um mercado promissor.  É necessário também, que o profissional  detenha certas características comportamentais. Neste  >post< falamos mais sobre isso. Do mesmo modo, ele deve dominar as etapas de um projeto, que você pode ver clicando >aqui<. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *